A Serbian Film – Terror Sem Limites – Censura É o Melhor Marketing

(***1/2)

Na Sérvia, o ator pornô aposentado Milos está casado com sua amada esposa Marija e eles tem um filho pequeno, Peter, que é a menina dos olhos deles. A família está passando por dificuldades financeiras, mas inesperadamente, Milos é contactado pela atriz pornô Lejla, que fez alguns filmes com ele e oferece uma ótima oportunidade de trabalho em um filme de arte.

Milos é apresentado ao desconhecido diretor Vukmir que oferece um contrato milionário para Milos atuar em um filme. Contudo, Vukmir não mostra nem o roteiro nem conta a trama do filme para Milos. Milos discute com Marija e ele assina o contrato. Porém logo ele descobre que Vukmir e sua equipe estão envolvidos em filmes snuff doentios com pedofilia, necrofilia e tortura e que não há caminho de volta para ele e talvez seja tarde para proteger a sua família.

Ontem a exibição de “A Serbian Film” foi proibida no Rio Fan 2011 – Festival Fantástico do Rio 2011 pela Caixa Econômica Federal, e o Rio Fan lançou a seguinte nota: “Lamentamos profundamente a decisão. (…) ‘A Serbian Film’ é, sem sombra de dúvida, um dos filmes mais polêmicos de todos os tempos, e não sem razão: é uma obra que questiona os limites da representação cinematográfica e que lida com situações e temas absolutamente condenáveis“. Estas foram as palavras mágicas que me fizeram ver o filme.

Primeiramente, eu sou contra qualquer tipo de censura: um filme deve ser adequadamente classificado, com avisos sobre o tema pois apenas audiências muito específicas podem gostar dele. Minha esposa, por exemplo, é uma pessoa muito sensível e possivelmente não aguentaria ver “A Serbian Film”.

Este filme é realmente doentio, violento, polêmico, com muitas transgressões; mas “Irreversível”; “Saló ou 120 Dias de Sodoma”; “O Albergue”; “Ichi, o Assassino”; “Cannibal Holocaust”; “A Vingança de Jennifer” (o original) e muitos outros filmes também o são e tem seu público e fãs.

A Serbian Film” é um dos filmes mais violentos, doentios e gráficos que eu vi até hoje, mas eu gostei dele. A sequência com o bebê recém-nascido  é insuportável e difícil de ver; a cena com a família de Milo é demasiadamente violenta e perturbadora, mas totalmente previsível. As atuações e a maquiagem são impressionantemente realistas.

Certamente uma pessoa sensível passará mal se assistir este filme e obviamente não irá gostar. Portanto, o cartaz do filme no cinema e as caixas do DVD ou Blu-Ray deveriam ter um aviso que a história é recomendada para audiências específicas; mas censura, nunca, pois no final esta atitude é o melhor marketing que um filme polêmico pode ter.

Para maiores detalhes deste filme, ver os links e a cena abaixo:

 http://imdb.com/title/tt1273235/usercomments-171

http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/cinema/diretor+de+serbian+film+diz+se+quer+entretenimento+nao+veja/n1597101841520.html

Explore posts in the same categories: Cinema, Filmes

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

17 Comentários em “A Serbian Film – Terror Sem Limites – Censura É o Melhor Marketing”

  1. leandro gonzaga guimaraes Says:

    OLHA ACABEI DE ASSISTIR O FILME…..REALMEN TE EH MESMO PESADO…E ISTO QUE GOSTO DE FILMES PESADOS E REVOLTANTES.

    POREM MUITO MAIS REVOLTANTE EH A CENSURA, CONFESSO ATE QUE PROVAVELMENTE NEM VERIA ESTE FILME SE NAO FOSSE O BAFAFA TODO EM TORNO DELE.

    BOM CONCLUINDO O FILME EH PESADO, ALGUNS ACHARAO REVOLTANTE, TERAO ATE VONTADE DE TALVEZ VOMITAR, E PARAR DE VER O FILME….NESSE CASO DEVEM SAIR DO CINEMA E PARAR E PRONTO. MAS OS QUE QUISEREM TER O DIREITO DE VER O FILME DEVEM VER, SENDO MAIORES DE IDADE, PODEM FAZER O QUE QUISER. O QUE NAO SE PODE FAZER EH PROIBIR UMA OBRA CINEMATOGRAFICA.

    BOM POSSO DIZER QUE O FILME NAO EH DOS MELHORES, NEM DOS PIORES, E TALVEZ ATE ASSISTISSE DE NOVO.


  2. CENSURA: CARTA DO CINEASTA DENNISON RAMALHO À JUÍZA KATERINE JATAHY NYGAARD.

    27/07/2011 por Cristian Verardi
    “Sra. Juíza:
    Permita a um desconhecido expressar contrariedade contra sua decisão de, sim, censurar o longa-metragem “A Serbian Film” no Rio de Janeiro. Meu nome é Dennison Ramalho, cineasta brasileiro, residente em Nova York e mestrando em Cinema na Columbia University.
    Sou fã e realizador de filmes de Horror brasileiros de alto nível, muito parecidos em teor e intensidade (e número de premiações internacionais) com “A Serbian Film”. Assisti à estreia deste grande filme sentado ao lado do brilhante cineasta britânico Ken Russell, num festival de excelente reputação em Montrèal, no ano passado. Ao fim da sessão, Russell, um gênio do Cinema inglês, do alto dos seus 80 anos tomou o microfone e elogiou o filme diante de uma audiência de 700 espectadores – “I’m stunned!”, ele declarou, cumprimentando o diretor.
    Além de expressar meu protesto, Sra. Juíza, permita também PARABENIZÁ-LA pelo SERVIÇO que sua tacanha decisão prestará ao filme por muitas décadas! Explico: decisões proibitivas da natureza tomada pela Sra. são exatamente o que dá a filmes como “A Serbian Film” exatamente o que você tentou em vão evitar: o estofo e a estatura de uma lenda cinematográfica.
    O que me alegra é que sei, como garimpador de filmes extremos de todas as partes do mundo, que sua decisão aguçará a curiosidade dos fãs, que vão caçar, encontrar, compartilhar este filme por caminhos piratas ou não, e o montante dos que o verão justamente POR CONTA DE SUA PROIBIÇÃO excederá exponencialmente o pífio número de assentos das duas sessões que a Sra. censurou.
    Eu, no que puder, farei o possível para difundir o quanto possível o filme para todos meus amigos interessados. Pois não há censura que reprima o estimulante senso de comunidade dos fãs de cinema fantástico no Brasil.
    E pode ter certeza que sua decisão já alavancou a popularidade do filme imensamente – as trocas de mídias, debates, e procuras pela obra vicejam nos fóruns e comunidades online.
    E ficamos felizes! Nós, cinéfilos, somos muito ciumentos de nossos objetos de culto intelectual. E se “A Serbian Film” era só mais um título, depois de sua censura ele tornou-se obra fundamental. Precisamos disto. E lhe agradecemos e parabenizamos.”
    Cordialmente,
    Dennison Ramalho
    Brasileiro, Diretor e Roteirista de filmes de Horror, feliz dono de um DVD de “A Serbian Fillm”

    • Jean Soares Says:

      Como toda essa tal cultura que você diz ter, como todos esses titulos, e mesmo pessoas “importantes” que julga conhecer, ainda sim não vão te valer de nada quando tu mais precisares.

      • Ronan Says:

        De súbito toda a sua lógica foi dominado pelos conselhos da sua bisavó que se incorporou entre seu par de neurônios.


  3. […] alguns dia atrás, com a proibição da exibição de “A Serbian Film” no Rio Fan Festival 2011 pela censura, um amigo cinéfilo comentou que “Subconscious […]

  4. marscorrea Says:

    Concordo plenamente com a assertiva acima de que a proibição deu publicidade ao filme. Sou um ótimo exemplo, há anos não vou ao cinema e estava apenas vendo as notícias no site da Veja quando me deparei com a chamada da proibição, logo já googuei sobre o filme, o diretor e tudo sobre e já me interessei9 em comprar um dvd. Realmente a censura sempre foi estímulo à curiosidade.


  5. “A Serbian Film” foi exibido no Festival da LUME e ia ser exibido para um público bem específico no Rio Fan. Eu mesmo nunca dei bola para este filme, que está disponível em DVD na Amazon, e tirando o filme de John Carpenter que eu assisti, eu nem prestei atenção nos títulos dos demais filmes deste Festival.

    Foi tanta publicidade devido a ação de um advogado do DEM e de uma juíza que não viram o filme, que agora TODO MUNDO quer vê-lo. Ou seja, ia ser algo restrito a meia dúzia de cinéfilos amantes de terror e passou a ser noticiário diário.


  6. […] O estúdio sérvio Contra Film divulgou fotos do “making of” de uma das cenas mais violentas de “A Serbian  Film“ […]


  7. […] No dia 24 passado, eu assisti “A Serbian Film – Terror sem Limites”  após a proibição de sua exibição no Rio Fan Festival 2011 pela Caixa Econômica Federal. Até aquele momento, eu não tinha me interessado por este polêmico filme, mas bastou proibir que eu resolvi assisti-lo. Como prática após assistir um filme, postei no meu Blog um comentário intitulado A Serbian Film – Terror Sem Limites – Censura É o Melhor Marketing. […]


  8. […] arte. Milos é apresentado ao desconhecido diretor Vukmir que oferece um contrato milionário … Read More via Blog dos Maníacos por […]

  9. Fabio Says:

    Censura nele, filme HORRÍVEL.

  10. Jean Soares Says:

    O mundo precisa de Amor e não de ódio!
    É incrível saber que sou visto como um “Idiota completo” pela maioria das pessoas ao lerem tal frase!
    Sinto muito por “vocês” idiotas, mas é a mais pura verdade!
    E um dia, querendo ou não irão lembrar disso!

  11. MACHÃO Says:

    Qual o problema com a censura?? Pior que a censura é deixarem esse lixo ser exibido. Não intendo como alguém pode dizer que isso é arte, Só uma mente doentia e demoníaca poderia conceber um filme desses e defende-lo. Cara um bebê é violentado nessa coisa edionda que alguns chamam de arte, pelo amor de DEUS tenham bom censo.


  12. O que seria do amarelo senão fosse o azul? Não é a censura que deve dizer…

  13. jiar Says:

    new ou neo born rape, me poupe, não quero assistir, aos artistas e críticos de de fundo de quintal que me desculpem, nem todos tem discernimento suficiente pra assistir determinados filmes, esse tipo de banalização da violência já temos o suficiente no telejornal.

  14. Vicente Says:

    CENSURA só de faixa etária!!! É necessário explicar o conteúdo do filme antes para alertar desavisados… mas a criação de um filme nem sempre quer dizer que o diretor e sua equipe compartilhem das idéias do filme! Não é REAL!!! O enredo é perveso para causar choque nas pessoas e existem pessoas que querem exatamente isso. Ao ver um filme desses(pelo menos eu) não achei banalização da violência, pois se o fosse seria exibido no fantástico ou outro similar, mas sim uma reflexão sobre o ser humano e sua façanhas repulsivas(lembrando novamente, façanhas dos personagens, não do diretor!). O filme não é “conto de fadas” e assim como o memorável “Laranja Mecânica” que foi censurado no seu lançamento( em alguns países, inclusive Brasil) , “A Serbian Film” ainda está “verde” para a sociedade que fecha os olhos para tudo e todos. Condenar esse filme é condenar inúmeros outros trabalhos, não só de cinema, que evideciam a violência e os abusos cometidos pelos seres humanos. Nenhuma pessoa, com escrúpulos e valores, gostará das cenas do filme( as cenas fortes) , nem por isso deixará de acompanhar o caminho do enredo e tirar uma reflexão do filme. O filme me supreendeu, não no roteiro(previsível), porém no trabalho de atuação ,edição, maquiagem, trilha sonora e fotografia. Sem falar que é um filme sérvio, uma oportunidade de alçar novos horizontes(além dos americanos). Enfim, quem não quiser assistir não perderá e quem assistir também não perderá(poderá refletir se conseguir).


  15. Prezado Vicente,

    Achei o seu comentário sensacional e concordo plenamente.

    Conforme você bem lembrou, “Laranja Mecânica” foi censurado na época de seu lançamento por ter sido considerado super-violento. Eu assisti este filme no Cine Veneza e me lembro que, graças a censura, a cena dramática do estupro tornou-se comédia, com a bolinha sem sincronia da censura cobrindo o sexo da vítima.

    Também concordo contigo quantoa censura por faixa etária (este filme talvez devesse ser proibido para menores que 21 anos) e com transparência de seu conteúdo, pois pessoas muito sensíveis não iriam gostar e poderiam até passar mal.

    Eu comprei o DVD “Unrated” na Amazon.com, ou seja, enquanto a nossa sociedade é proibida de ver o filme por um grupo pessoas que se sente com direito de escolher o que pode ser visto ou não (mas que quando se trata de corrupção, por exemplo, acha normal), outras sociedades podem ver o filme em DVD.

    Mais uma vez, parabéns por seu brilhante enforque.

    Abraços,

    Claudio


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: