Candelabro Italiano – Um dos Filmes mais Românticos dos Anos 60

Nota: 8

Em Connecticut, a bibliotecária assistente de 21 anos de idade Prudence Bell é chamada pela direção da Briarcroft College for Women para explicar por que ela emprestou o romance “Lovers Must Learn”, que está proibido pela escola, para uma estudante. Prudence faz um discurso sobre o amor para as velhas e solitárias professoras e pede demissão do emprego.

Prudence decide viajar sozinha para a Itália, esperando encontrar independência e o amor. Durante a viagem de navio, ela faz amizade com o experiente e maduro italiano Roberto Orlandi e com o chato estudante de etruscologia Albert Stillwell.

Em Roma, Roberto leva Prudence e Albert para a pensão de uma antiga condessa que é sua amiga.

Prudence consegue um trabalho em uma livraria americana em Roma e ela celebra com o também hóspede da condessa, Don Porter, que está deprimido porque a namorada dele, Lyda Kent, terminou com ele e viajou para a Suiça.

Prudence e Don passam o feriado juntos viajando pela Itália e ela se apaixona pelo rapaz. Porém, quando eles voltam para Roma, Lyda está de volta esperando por Don.

Candelabro Italiano” é um dos filmes mais românticos dos anos 60. A história é simples e ingênua, mas é apoiada por maravilhosas e belas locações e paisagens na Itália; pela espetacular música tema “Al Di La”; e pela bela Suzanne Pleshette. As falas espirituosas e divertidas na bela voz de Prudence Bell são deliciosas. Troy Donahue fazia sucesso com as mulheres e tem ótima química com Suzanne Pleshette.

Candelabro Italiano” e a  inesquecível canção “Al Di La” fizeram muito sucesso no Brasil quando eu era criança.

Eu tinha assistido a este filme pela última vez em 22 de abril de 2001 em VHS e hoje eu acabei de vê-lo novamente em DVD, por sinal muito difícil de encontrar. Eu gosto do título nacional “Candelabro Italiano”, pois ele representa a integridade e o amor dos jovens amantes da história.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0056424/reviews-34

Explore posts in the same categories: DVD, Filmes

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

27 Comentários em “Candelabro Italiano – Um dos Filmes mais Românticos dos Anos 60”

  1. gerson Says:

    Excelente. Velhos tempos, belos dias.

  2. Sônia d´Azevedo Says:

    Se não me engano, Troy Dunahue e Suzanne Pleshette foram casados na vida real. E atuaram juntos em outros filmes, também.

  3. Sílvia Regina Says:

    Este é o filme da minha vida! Nunca imaginei que um dia eu pudesse rever seu trecho mais lindooooo!!!

  4. Ana Paula Says:

    como faço p conseguir esse filma ja procurei em varios lugares e nao encontro!

  5. Ritta Aimèe Says:

    Vi esse filme um pouco antes de viajar para Itália esse ano. Fiquei mais apaixonada por esse país belíssimo.
    O interessante é que após meu marido e eu chegarmos a Veneza de lancha no fim da tarde (me senti uma estrela de cinema), ao pisarmos pela primeira vez na piazza San Marco, ao anoitecer, em um dos restaurantes com música ao vivo, começa, ao piano, tocar Al di la!!!!! Inesquecível, simplesmente mágico!!!! Momento perfeito em uma viagem dos sonhos….

  6. Rosa Maria Caldas Says:

    Assisti este filme na minha adolescência, nunca esqueci, cheguei a revê-lo na década de 80, e em outubro de 2012 quando estive em Veneza, na Praça de San Marco tomando um café num restaurante, alguém pediu Al di lá, me emocionei, agora a poucos dias escolhendo as musicas que o coral vai cantar no seu casamento da minha filha, eis que lá estava a música e letra mais bela que já ouvi, então comecei a procura o filme e acabei encontrando na livraria Saraiva e comprei, receberei dia 24 agora de maio, pois vou voltar a Itália e quero conhecer os lugares que aparece no filme, que pra mim tem as melhores e mais belas fotografias.

  7. cristiane Says:

    Amo esse filme..havia assistido nos anos 90 em uma madrugada na globo e me apaixonei..principalmente pela cena da musica al di la ,então em 2003 consegui por VHS,legendado mas a voz original rouquinha da susannee é linda…e agora em 2012 consegui ele dublado em DVD,comprei pela internet rsrs..sou apaixonada por ele..e sempre assisto..ele filme exerce uma magia muito linda em mim…bjos


  8. Filme lindo, maravilhoso, romântico e de paisagens inesquecíveis do norte da Itália. O assisti ainda quando era adolescente e tudo combinava, o casal de atores com o romance, a música etc. Bons tempos. Grato pelas lembranças, um abração.

  9. Keffer Says:

    Vi o filme quando muito jovem. Mas, como todo o mundo, não esqueci da música. Quando conheci minha, então, namorada descobri que ela tinha também tinha visto o filme.Isto foi lá pelos anos 80. Eu descobri a trilha sonora em vinil e comprei. Mas ao chegar em casa o disco caiu de dentro da capa e quebrou. Nunca mais o encontrei para comprar.Estivemos em 2010 em Veneza e dançamos ao som das muitas mini-orquestras que têm nos diversos restaurantes da Piazza San Marco. Show. Quanto ao filme eu o revi uma vez. Agora, com olhos de adulto, me pareceu meio simplório. Mas também não era para ser um filme sério.

  10. helio perazzolo Says:

    Onde consigo um dvd ou link para assistir na integra
    gostei muito d trailer
    Alguém sabe? Alguém tem pra vender…


  11. filme antigo de grande valor


  12. Eu era apaixonado por uma menina que era minha namorada. Mas não era sempre que podíamos nos encontar. Certa noite fomos ao cinema para assistir este belíssimo filme. Depois, como o namoro durou pouco tempo, ficou em minha memória tanto a namorada como o filme .

  13. Rodrigo. Says:

    Lindo! Comprei o DVD e me enamorei.

  14. Airton Luiz Pan Says:

    Troy e Suzanne foram realmente casados por algum tempo. Troy atuou em alguns filmes famosos da década de 60. Infelizmente, morreu cedo e na pobreza. Dizem que tinha algum tipo de vício. Rome Adventure foi excelente. Completa o cast brilhante a mestria de Max Steiner, quem sabe o mais célebre compositor de músicas para o cinema.

  15. Luiz Fisher Says:

    Troy Donahue nunca demonstrou ser bom ator. Nem mesmo no excelente “O Poderoso Chefão”, onde fez uma “ponta”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: