Posted tagged ‘Cinema Brasileiro’

Soninha Toda Pura – Um Garoto de Programa, Uma Esposa Infiel, Uma Lésbica e Uma Garota Pura e Inocente

24 de setembro de 2011

(*1/2)

A esposa infiel Malena viaja para Cabo Frio para passar o final de semana com o garoto de programa Betinho, com sua filha virgem e ingênua Soninha e a amiga dela Nanan que é lésbica. Nanan tenta seduzir Soninha e Betinho decide estuprar a garota.

Em 1971, “Soninha Toda Pura” foi um filme erótico que fez muito sucesso, com a bela Adriana Pietro no papel principal. Eu acabei de assisti-lo novamente no Canal Brasil e a história é realmente um lixo.

Os personagens são desprezíveis e detestáveis, e Soninha não é apenas ingênua, mas uma autêntica imbecil. O esquisitão Carlo Mossy é Betinho, um inútil prostituto que estupra a moça no final. Zélia Hoffman faz o papel de uma esposa infiel com um casamento hipócrita. E Elza de Castro é uma lésbica que sente um amor não-correspondido por Soninha e que quer seduzi-la. O resultado é um drama superficial com muito pouco erotismo.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

  http://imdb.com/title/tt0201156/reviews-1

“Tropa de Elite 2″ vai representar o Brasil na disputa pelo Oscar 2012

20 de setembro de 2011

O  Ministério da Cultura divulgou na manhã desta terça-feira (20) que o  filme “Tropa de Elite 2“, de José Padilha, irá representar o Brasil na disputa pelo Oscar 2012.

Lista dos Filmes Inscritos para Representar o Brasil no Oscar 2012

13 de setembro de 2011

O Mlnistério da Cultura divulgou a lista com os quinze (15) filmes inscritos para representar o Brasil na categoria de Melhor Filme Estrangeiro do Oscar 2012:

– “A Antropóloga”, de Zeca Nunes Pires
– “As Mães de Chico Xavier“, de Glauber Filho e Halder Gomes
– “Assalto ao Banco Central“, de Marcos Paulo
– “Bruna Surfistinha“, de Marcus Baldini
– “Estamos Juntos“, de Toni Venturi
– “Família Vende Tudo“, de Alain Fresnot
– “Federal“, de Erik de Castro
– “VIPs“, de Toniko Melo
– “Histórias Reais de um Mentiroso – VIPS“, de Mariana Caltabiano
– “Lope“, de Andrucha Waddington
– “Malu de Bicicleta“, de Flávio Ramos Tambellini
– “Mulatas! Um Tufão nos Quadris”, de Walmor Pamplona
– “Quebrando o Tabu”, de Fernando Grostein Andrade
– “Trabalhar Cansa“, de Juliana Rojas e Marco Dutra
– “Tropa de Elite 2“, de José Padilha

A escolha será feita no próximo dia 20 de setembro pela comissão formada pela secretária do audiovisual do Ministério da Cultura, Ana Paula Dourado Santana; pelo presidente da Associação Brasileira de Cinematografia, Carlos Eduardo Carvalho Pacheco; pelo ministro do Departamento Cultural do Itamaraty, George Torquato Firmeza; e pelos representantes da Academia Brasileira de Cinema, Jorge Humberto de Freitas Peregrino, Nelson Hoineff, Roberto Farias e Silvia Maria Sachs Rabello.

Destes filmes, eu só assisti até o momento ao ótimo “Tropa de Elite 2“,  além de “Malu de Bicicleta” e “Bruna Surfistinha“.

A indicação destes dois últimos filmes parece ser uma piada sem graça, mas considerando que o Ministério da Cultura do Blog da Bethania indicou “Lula, o Filho do Brasil” no ano passado e não indicou “Tropa de Elite” em 2008, preferindo “O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias“, tudo pode acontecer.

Ascensão e Queda de um Paquera – A Verdadeira e uma das Melhores Comédias Românticas Brasileiras

11 de setembro de 2011

(****1/2)

No Rio de Janeiro, o renomado médico e professor François Miranda leva sua esposa ao Aeroporto do Galeão para viajar com seu primo para a Suíça. Inesperadamente, o jovem Alberto Lobo se apresenta para François explicando que ele é o filho de seu antigo amigo de farra Renato. O paquerador Lobo conta que teve um problema em São Paulo e seu pai o mandou para o Rio de Janeiro.

Lobo organiza uma festa com bebidas e mulheres no apartamento de François e os vizinhos fazem fofoca sobre o evento. Quando Lobo conhece a bela aspirante a atriz Claudia na praia, ele a engana e diz que é um famoso produtor teatral de São Paulo e a convida para fazer um teste com o diretor no apartamento de François. Contudo, seu amigo fica relutante de emprestar o apartamento e Lobo arma um plano com a empregada doméstica Dorilana, que é apaixonada por François.

Quando a avó de Claudia e cliente e vizinha de François, Dona Chiquinha, descobre que sua neta foi enganada por Lobo, mas está apaixonada por ele, ela usa sua experiência de vida para aconselhar Claudia.

Ascensão e Queda de um Paquera”  é a verdadeira e uma das melhores comédias românticas brasileiras. A história ingênua, mas espirituosa, é engraçada e entretém com piadas maliciosas e situações hilárias. Dilma Lóes e Monique Lafond estão muito bonitas, mas Cláudio Cavalcanti, Mário Benvenutti e Henriqueta Brieba roubam o filme com sua atuações magníficas.

Mais ainda, é uma grande chance de revisitar a minha Cidade maravilhosa em 1970. Eu acredito que para pessoas da minha geração, “Ascensão e Queda de um Paquera” seja cult e mandatório pois trata-se de uma produção nacional que não utiliza os clichés e referências do cinema norte-americano.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0186832/reviews-1

Em Busca do Susexo – Pavoroso e Moralmente Podre

11 de setembro de 2011

No Rio de Janeiro, a dançarina virgem de vinte anos de idade Zelinda Barbosa trabalha na TV Globo dançando em programas de televisão produzidos pelo diretor Borges. Sua mãe obsessiva e ambiciosa, Dona Helena, aconselha a filha para seduzir Borges para ser bem sucedida em sua carreira na televisão e convida Borges para jantar com elas.

Depois ela pede para Borges, que é casado com filhos, dar uma volta de carro com Zelinda em seu carro tarde da noite. Alguns dias depois, Zelinda fala para a sua mãe que ainda é virgem, mas que tem sintomas de gravidez.

Dona Helena leva Zelinda ao ginecologista para ser examinada e quando o médico recebe o resultado, ele conta que Zelinda ainda é virgem mas está grávida. Ele propõe um aborto, mas Zelinda diz para a sua mãe que ela quer perder sua virgindade com Borges antes de ser submetida ao procedimento.

Quando Zelinda e Borges estão viajando para Cabo Frio, o médico descobre que cometeu um erro e que o resultado pertence a uma outra paciente e que Zelinda não está gravida. Ele avisa a Dona Helena, que tenta sem sucesso telefonar para Zelinda em Cabo Frio para contar o ocorrido antes que ela transe com Borges.

Em Busca do Susexo” é um dos piores filmes brasileiros que eu vi até hoje, com uma história pavorosa e moralmente podre. Os personagens são desprezíveis: Helena é uma mãe que força sua filha para transar com seu chefe para ter vantagens profissionais e financeiras. O mulherengo Borges é um marido e pai que negligencia sua esposa e filhos para ter casos com mulheres. Zelinda é uma mulher superficial dominada por sua mãe.

Não pense o leitor que não me conhece que sou um baluarte da moral ou que não goste de filmes amorais. O problema é que “Em Busca do Susexo” não é engraçado nem tem  conteúdo ou alguma mensagem que não seja uma apologia a prostituição.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link abaixo:

  http://imdb.com/title/tt0197427/reviews-1

Qualquer Gato Vira-Lata – Uma Comédia Romântica Tola e Superficial

10 de setembro de 2011

(*1/2)

No Rio de Janeiro, a jovem Tatiane se encontra com seu namorado Marcelo no dia do aniversário dele e o rapaz termina com ela, dizendo que ela não é romântica.

Tati fica abalada, entra na aula do biólogo Conrado e escuta sua aula sobre evolução, onde ele diz que a mulher moderna destruiu anos de evolução com sua atitude independente e falta de romantismo.

Mais tarde, Tati encontra acidentalmente com Conrado na rua e ela se oferece para trabalhar com ele em sua tese. Conrado ensina Tati o correto comportamento de uma mulher e como seduzir seu companheiro.

Neste meio tempo, Marcelo sente ciúmes de Conrado, que se sente atraído por Tati e descobre que sua teoria não está correta. Está formado o triângulo amoroso.

Qualquer Gato Vira-Lata” é uma comédia romântica tola e superficial. A fraca história não é original, mas é previsível, e usa a ideia de “Pigmalião”, “My Fair Lady” e “O Despertar de Rita”, com um homem mais velho ensinando como se comportar à uma mulher mais jovem e terminando com um se apaixonando pelo outro.

Quando eu vejo uma comédia e não consigo rir, alguma coisa está errada. As piadas deste filme não são engraçadas, usando clichés como por exemplo batidas de automóveis (três vezes), direção perigosa e irresponsável, uma risada inadequada em sala de aula, ou um rapaz tropeçando na esteira na academia, que não funcionam.

Além disso, os personagens de Cléo Pires e Dudu Azevedo são desagradáveis e totalmente vazios, mas pelo menos a Cléo Pires é gostosa.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt1730133/reviews-3

Malu de Bicicleta – Simples, mas Surpreendentemente Bom

7 de setembro de 2011

(***1/2)

Em São Paulo, o “galinha” Luiz Mario herda um prédio antigo e decide transformá-lo em uma boate da moda. Luiz Mario tem sexo casual e casos de amor com as mais diferentes mulheres e não se compromete com nenhuma. Quando Luiz Mario tem um problema com uma ex-amante, seus amigos o aconselham a viajar para o Rio de Janeiro para esfriar a cabeça na Cidade Maravilhosa.

Em Ipanema, Luiz Mario “atropela” literalmente a descolada Malu, que está indo de bicicleta na ciclovia para uma sessão com seu analista e logo eles tem um caso de amor. Contudo, eles se apaixonam um pelo outro e eles se mudam para São Paulo, mas Malu mantém seu emprego em um hotel no Rio, tendo que viajar com frequência. A mudança de estilo de vida de Luiz Mario vira sua vida de cabeça para baixo e ele passa a ser consumido por um ciúme doentio.

Quando Luiz Mario recebe a visita de um homem abalado que pede para ele acabar com o caso amoroso com sua mulher e Luiz Mario encontra um romance nos pertences de Malu com anotações de um amante fervoroso, ele suspeita que Malu está traindo-o. Neste meio tempo, a Prefeitura de São Paulo multa o seu estabelecimento e ele tem sérios problemas de negócio para resolver.

Malu de Bicicleta” é um filme surpreendentemente bom com uma história muito simples sobre um homem inseguro que não sabe controlar seu ciúme doentio e que acaba perdendo o amor de sua vida. Ou seja, um tema que não tem nada de especial ou surpreendente.

Não há explicação para o sucesso de um chauvinista como Luiz Mario com as mulheres, pois o ator tem uma aparência comum, mas é fácil entender o por que dele se apaixonar pela bela Fernanda de Freitas. Seu personagem é muito descolado e a trama permanece ambígua e não mostra o que ela está fazendo durante suas ausências, mesmo porque o ponto é o comportamento doentio e obsessivo de Luiz Mario.

Eu postei no Blog há algum tempo sobre o trailer de “Malu de Bicicleta“, através de uma promoção do marketing deste filme.

https://maniacosporfilme.wordpress.com/2010/09/03/malu-de-bicicleta-atropelado-pelo-amor/

Se o leitor assistir a este filme sem grandes pretensões, poderá ser surpreendido por um filme agradável baseado no romance de Marcelo Rubens Paiva.

Para maiores detalhes deste filme, e para votar no IMDb, ver o link e  o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt1781853/reviews-1

 


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 153 outros seguidores