Posted tagged ‘Filme Asiático’

“Gion bayashi” (“A Geisha”) – A Vida de Uma Gueixa

22 de junho de 2013
Nota: 7

Nota: 7

No pós-guerra, a adolescente de dezesseis anos de idade Eiko procura a gueixa Miyoharu pedindo para ser uma “maiko” (aprendiz de gueixa). Eiko explica que sua mãe, que era gueixa e amiga de Miyoharu, morreu; seu pai Sawamoto está falido e seu tio está assediando-a.

A Geisha 1

Miyoharu é uma mulher de bom coração e aceita treiná-la. Um ano depois, o pai de Eiko se recusa a ser fiador dela e Miyoharu pega uma grande quantia emprestada da dona da casa de chá para comprar o quimono de Eiko para ela poder debutar em uma festa.

A Geisha 2

Miyoharu muda o nome de Eiko para Miyoe e apresenta a adolescente como sua irmã. Logo Miyoharu tem sua dívida cobrada, mas nem ela nem Miyoe querem ter “patronos”.

A Geisha 3

Gion bayashi”, ou “A Geisha”, mostra a vida das gueixas no início dos anos 50 como mulheres exploradas sem outra alternativa na vida senão agradar clientes, não importando o quão abusivos eles possam ser.

A Geisha 4

O cruel sistema impõem uma dívida inicial de uma grande quantia à alguém de modo que a mulher se torna escrava da “dona da casa de chá” ou de um empresário que possa se tornar seu “patrono” e é quase impossível deixar esta forma de prostituição. Ambos os personagens principais são dobrados pelo sistema.

A Geisha 6

Eu assisti a este filme em uma fita VHS importada, pois este filme não foi lançado no Brasil.

A Geisha 8

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://imdb.com/title/tt0045814/reviews-7

Princesa Aurora (Orora Gongju)

25 de julho de 2010

Eu sou fã do cinema sul-coreano e “Princesa Aurora” é mais um ótimo exemplo de como um filme com um tema comum – vingança – pode ter um roteiro inteligente e com surpresas até o fim.

O filme começa com uma mulher matando cinco pessoas sem um motivo aparente. Um policial veterano segue as pistas mas não informa as suas descobertas nem para o seu parceiro nem para o seu superior. Entretanto, como em um quebra-cabeça, a trama vai sendo desvendada até que no final o motivo é apresentado e tudo é esclarecido.

Acho interessante como é que o poderoso cinema americano não tem capacidade para criar roteiros com este tipo de estrutura, preferindo fazer remakes geralmente com detalhes e explicações que tiram toda o mistério do filme original.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0488174/usercomments-8

Chega ao Rio a mostra ‘Emoção e Poesia’, que reúne a obra completa de Yasujiro Ozu

21 de julho de 2010

(Esta notícia é para pedir férias no trabalho…)

O Centro Cultural Banco do Brasil irá exibir todos os trinta e cinco filmes do cineasta japonês Yasujiro Ozu na mostra Emoção e Poesia – O Cinema de Ozu entre 27 de julho e 22 de agosto de 2010. Diversos filmes nunca foram apresentados no Brasil.

http://www.ozu.com.br/03_rj.html

http://www.imdb.com/name/nm0654868/

Eu assisti apenas quatro filmes deste mestre, que era respeitado inclusive por Akira Kurosawa, mas foi o suficiente para idolatrá-lo.

Meninos de Tóquio:

http://www.imdb.com/title/tt0023634/usercomments-10

Filho Único:

http://www.imdb.com/title/tt0027752/usercomments-9

Bom Dia:

http://www.imdb.com/title/tt0053134/usercomments-14

Pai e Filha:

http://www.imdb.com/title/tt0041154/usercomments-34