Posted tagged ‘Musical’

Eles e Elas (“Guys and Dolls”) – Prazeroso Musical

18 de outubro de 2014

 

Nota: 8

Nota: 8

Em Nova Iorque, o apostador Nathan Detroit tem fugido do casamento com sua namorada Adelaide por quatorze anos. Nathan precisa de mil dólares adiantados para alugar um local para o jogo de dados, mas nem ele nem seus amigos Nicely-Nicely Johnson e Benny Southstreet tem disponível.

guys and dolls 1

Nathan decide apostar contra o jogador Sky Masterson, desafiando-o a jantar em Havana com uma garota da sua escolha. Sky aceita a aposta e Nathan escolhe a puritana Sargento Sarah Brown, que dirige uma missão para pecadores em Nova Iorque.

guys and dolls 2

Sky visita Sarah e a convida para jantar com ele em Havana; em troca, ele traria pelo menos doze pecadores para a missão. Sarah recusa o acordo, mas quando a General Cartwright vem a Nova Iorque fechar a missão, Sarah vê que a única chance de manter a missão é aceitando o convite de Sky.

guys and dolls 3

Eles viajam para Havana e se apaixonam um pelo outro; but mas quando eles voltam para a missão, Sarah descobre que Nathan usou o local para seu jogo de dado. Mais ainda, ela acredita que Sky planejou o esquema e a usou.

guys and dolls 4

Agora Sky tem que convencer apostadores e gangsteres que vieram para Nova Iorque para jogarem dados que eles tem que ir à missão ajudar Sarah.

guys and dolls 5

Eles e Elas” é uma versão musical prazerosa da bem sucedida peça da Broadway “Guys and Dolls“,  com Marlon Brando, Frank Sinatra e Jean Simmons e dirigida por Joseph L. Mankiewicz. A comédia romântica é muito divertida e engraçada, com grandes números musicais.

guys and dolls 6

Marlon Brando dança e canta e o número em Havana com Jean Simmons é um dos momentos mais divertidos deste filme. Apesar a duração de 150 minutos, o espectador nunca se sente cansado ou entediado.

guys and dolls 7

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://imdb.com/title/tt0048140/reviews-133

guys and dolls 8

guys and dolls 9

Cabaret – História Superficial, Bons Números Musicais

14 de abril de 2014
Nota: 7

Nota: 7

Em 1931, em Berlim, o professor de inglês de Cambridge Brian Roberts vem para uma pensão onde mora a promíscua cantora americana do cabaré Kit-Kat Club, Sally Bowles. Eles se tornam amigos e logo Sally descobre que Brian não sente atração por mulheres, mas eles acabam tendo um romance.

Cabaret 1

Quando Sally conhece o rico barão Maximilian von Heune, tanto Sally quanto Brian são seduzidos por ele. Neste meio tempo, há a ascensão do Partido Nazista.

Cabaret 2

Cabaret” é um filme muito longo com uma história superficial, mas bons números musicais. Joel Grey “rouba” o filme no papel do mestre de cerimônias.

Cabaret 3

Mas o pano de fundo com Berlim em 1931 é pavorosamente superficial e Bob Fosse não tem coragem de mostrar o relacionamento de Sally, Brian e Max.

Cabaret 4

Surpreendentemente este filme só foi lançado no Brasil em VHS.

Cabaret 5

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://imdb.com/title/tt0068327/reviews-188

Modelos – Um Ótimo Musical com a Adorável Rita Hayworth

21 de fevereiro de 2014
Nota: 8

Nota: 8

No Brooklyn, a dançarina de nightclub Rusty Parker tem uma vida simples, mas feliz, dançando no McGuire’s, de seu namorado Danny. Rusty, Danny e Genius seguem um ritual nas noites de sexta-feira: eles comem ostras em um botequim tentando encontrar uma pérola.

Modelos 1

A vida de Rusty muda quando ela participa e vence uma competição para ser a capa da revista Vanity. Ela é convidada para trabalhar em um grande teatro na Broadway, cujo proprietário a propõem em casamento. Ela perde a felicidade e começa a beber, sentindo falta de seu amor por Danny e seus antigos amigos.

Modelos 2

Modelos” é uma ótima comédia romântica e musical, bastante ingênua e com ótimas cenas, destacando-se a beleza e o talento de Rita Hayworth dançando, cantando e atuando.

Modelos 3

Gene Kelly tem duas ótimas cenas, dançando com ele mesmo e com Rusty e Genius na rua lembrando um pouco de “Cantando na Chuva”. Danny, o personagem de Gene Kelly, tem um comportamento chauvinista.

Modelos 4

Eu assisti a este filme pela primeira vez em 04 de dezembro de 2004 e ontem eu vi novamente. De acordo com a informação na capa do VHS, “Modelos” foi o primeiro filme musical onde as canções são parte da trama, dando continuidade a história, ao invés de ser algo a parte no meio da história.

Modelos 5

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0036723/reviews-16

O Barco das Ilusões (1951) – Musical Decepcionante com Uma Conclusão Piegas

16 de fevereiro de 2014

 

Nota: 6

Nota: 6

No final do Século XIX, o barco de entretenimento “Cotton Blossom” do comandante Andy Hawks navega pelos rios no sula dos Estados Unidos com sua estrela Julie LaVerne e seu marido Stephen Baker oferecendo números musicais para os moradores ribeirinhos.

show boat 0

Quando Julie e Stephen são acusados de miscigenação, eles tem que deixar o barco e a filha de Hawk, Magnolia, e o jogador Gaylord Ravenal assumem seus lugares. Eles se apaixonam um pelo outro, se casam e mudam para Chicago, vivendo em um hotel caro e elegante.

show boat 1

Entretanto, o azar de Gaylord consume todo o dinheiro deles e mais tarde, Gaylord totalmente quebrado financeiramente deixa Magnolia sem saber que ela está grávida.

show boat 2

Ela luta para sobreviver, volta para o braco de seu pai e cria sua filha Kim com a ajuda dos pais. Anos depois, Julie que está alcoólatra e decadente, acidentalmente se encontra com Gaylord e conta para ele sobre sua filha.

show boat 3

O Barco das Ilusões” é um filme decepcionante com uma conclusão piegas. A história é um remake do filme de 1936 e tem números musicais bastante datados, mas o pior é o modo como Magnolia aceita o retorno de Gaylord após anos de dificuldade.

show boat 4

Eu assisti a este filme em 01 de janeiro de 2007 e ontem vi novamente e não mudei a minha opinião.

show boat 6

O racismo desprezível que é a origem da trama, o relacionamento entre uma mulher de sangue misturado com um homem branco, devia ser comum no final do Século XIX nos Estados Unidos, sendo portanto aceitável no contexto da história. Mas a bela Ava Gardner nunca convence como mestiça.

show boat 9

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e a cena abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0044030/reviews-28

show boat 10

A Batalha do Ano – Uma Coleção de Clichés Decepcionante e Previsível

23 de janeiro de 2014
Nota: 3

Nota: 3

O produtor Dante Graham promove um grupo de b-boys espeerando trazer o Troféu da Batalha do Ano de volta para os Estados Unidos, que não ganha o prêmio há quinze anos.

Battle of the Year trailer 1

Ele contrata o seu amigo e antigo treinador de basquetebol Jason Blake, que perdeu sua esposa e filho, para preparar a sua equipe.

The Battle of the Year 1

Blake demite todo o grupo, que não tem mais motivação, e resolve selecionar um novo grupo de dançarinos usando o apelido de Dream Team (“Time dos Sonhos”).

Battle of the Year trailer 9

Ele também contrata o jovem Franklyn e a coreógrafa de break-dance Stacy para ajudá-lo.  Ao longo dos meses, Blake tenta implementar a mentalidade de trabalho de equipe e trabalha duro com o grupo. Na competição na França, ele tem uma grande surpresa.

The Battle of the Year 3

A Batalha do Ano” é  um filme com uma coleção de clichés decepcionante e previsível.

The Battle of the Year 4

Chega a ser impressionante o número de vezes que esta storyline já foi usada no cinema em diferentes ambientes ou esportes (“treinador decadente contrata um time de perdedores que no final surpreende na competição”) e com uma mensagem piegas no fim.

The Battle of the Year 5

Fãs de break-dance e hip-hop podem gostar um pouco mais deste péssimo filme.

The Battle of the Year 6

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://imdb.com/title/tt1532958/reviews-15

Os Miseráveis – Será que Estes Caras de Hollywood já Leram o Livro de Victor Hugo?

16 de junho de 2013

 

Nota: 1

Nota: 1

Quando eu era adolescente, “Os Miseráveis” de Victor Hugo foi o conto de injustiça que mais me impressionou, com a triste história de Jean Valjean, um homem que é preso por roubar um pedaço de pão e que é perseguido ao longo de sua vida pelo persistente e cruel Inspetor Javert.

Les Miserables

Anos depois, eu assisti a pelo menos duas ótimas versões deste romance no cinema, a de 1935 com Fredric March e Charles Laughton, e a de 1998 com Liam Neeson e Geoffrey Rush nos papéis de Valjean e Javert.

Os Miseraveis 2

Eu tinha uma grande expectativa com este musical, que ganhou diversos prêmios e indicações. Infelizmente nesta versão o personagem Jean Valjean não é desenvolvido e é mostrado apenas após anos de trabalhos forçados e como ladrão. Todo o início de injustiça da sua vida é omitido, sendo impossível sentir empatia e pena por seu sofrimento.

Os Miseraveis 3

Há mais ênfase com a história de Fantine no início e diga-se de passagem, Anne Hathaway está formidável. Entretanto, Russell Crowe cantando é insuportável; Hugh Jackman cantando é um porre e as canções são pavorosas. Eu parei de ver o DVD desta versão pretensiosa aos 45 minutos de duração.

Os Miseraveis 4

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt1707386/reviews-706

A Mais Querida do Mundo – Um Musical Esquecível e Bonitinho

1 de junho de 2013
Nota: 6

Nota: 6

No início do Século XX, o circo itinerante The Wonder Circus tem como maior atração o elefante Jumbo e está cheio de débitos. O proprietário, Anthony ‘Pop’ Wonder, trabalha como palhaço mas é um apostador inveterado em jogo de dados e sempre perde a bilheteria em suas apostas. Ele também tem “enrolado” a vidente Lulu por muitos anos prometendo se casar com ela.

Billy Rose's Jumbo 1

Sua filha, Kitty Wonder, cavalga no circo e tenta negociar com os credores e artistas do circo para manter o negócio funcionando. John Noble, que é o dono do famoso Noble Circus, quer comprar Jumbo e o The Wonder Circus, mas Pop recusa suas ofertas.

Billy Rose's Jumbo 2

Quando o misterioso Sam Rawlins pede um emprego no The Wonder Circus, Kitty recusa e diz que não quer aventureiros trabalhando no circo dela. Mas ele prova ser um excelente trapezista e faz-tudo e Pop o contrata pois perdeu vários artistas por falta de pagamento. Logo Kitty se apaixona por Sam, mas ele tem uma missão secreta que ela não sabe.

Billy Rose's Jumbo 3

A Mais Querida do Mundo” é um filme musical esquecível e bonitinho, baseado em um espetáculo de 1935 da Broadway. A trama é boba, com um romance previsível, e tem várias canções e atuações de artistas de circo para entreter. O trabalho dos dublês e a edição são maravilhosos.

Billy Rose's Jumbo 4

Infelizmente, as canções do DVD lançado pela Warner no Brasil não tem legendas, em uma total falta de respeito da Warner com os consumidores brasileiros. Uma vergonha da Warner!

Billy Rose's Jumbo 5

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

 http://imdb.com/title/tt0055797/reviews-37

Rockmania – Que Coisa Pavorosa!

24 de junho de 2012

Nota: 2

O cantor de rock Duda força sua gravadora a fazer um videoclipe em Cabo Frio para lançar seu novo disco. O diretor Rago viaja com sua namorada Lilly para fazer o clipe como um favor ao seu amigo Dr. Fantástico. Durante as filmagens, Duda flerta e transa com Lilly, enquanto o Dr. Magalhães, que odeia rock’n’roll, sabota a filmagem.

Que coisa pavorosa este tal de “Rockmania”! Eu vi este péssimo filme no Canal Brasil e eu lamento o tempo que eu perdi assistindo a este lixo. A história é boba e as piadas parecem ter sido escrita por uma criança.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

 http://imdb.com/title/tt0274765/reviews-1

Samba – Um Visão Estereotipada Brega, Cafona e Engraçada do Rio de Janeiro por Hollywood

20 de abril de 2012

Nota: 5

A cantora brasileira Laura Monteiro é assassinada em seu camarim pelo seu amante ciumento João Fernandes de Oliveira, que descobriu que ela estava o traindo com seu novo amante Assis, e que ela pretendia fugir dele viajando para Buenos Aires com Assis.

Neste meio tempo, Belén Moreira, que mora na Favela do Salgueiro e que é uma sósia de Laura, vai a Copacabana com seu namorado Paulo. Dois criminosos de uma quadrilha que contrabandeia pedras preciosas costuradas em fantasias de carnaval veem Belén e eles forçam o presidente da Escola de Samba do Salgueiro a convidá-la para desfilar como Chica da Silva no carnaval. Sua fantasia é preparado com pedras preciosas verdadeiras que serão contrabandeadas para a Europa.

Samba” é um filme com uma visão estereotipada brega, cafona e engraçada do Rio de Janeiro por Hollywood. Há alguns anos atrás eu assisti a “Olhar Estrangeiro”, um documentário da diretora Lúcia Murat que fez uma grande pesquisa sobre os clichês e estereótipos da indústria do cinema americana sobre o Brasil em geral e o Rio de Janeiro em particular através de trechos de dezoito filmes e entrevistas com personalidades relacionados com eles.

Samba” é uma autêntico “samba do crioulo doido”, com uma história non-sense que mostra o Rio de Janeiro em um universo paralelo criado por Hollywood, onde brasileiros falam espanhol ao invés de português; Sara Montiel é uma mulata e favelada com o incrível nome de Belén, que não existe no nosso vocabulário (alguém conhece alguma mulher chamada Belén?) e que canta samba com ritmo de rumba. A paisagem do Rio de Janeiro nos créditos iniciais me parece ser muito antiga, possivelmente de muitos anos antes de 1965.

Os pontos que fazem valer a pena ver este filme são as vistas nostálgicas do Rio de Janeiro, Brasília e Bahia em 1965; os números musicais de Sara Montiel, que canta com um forte sotaque em espanhol; as participações creditadas ou não de Antonio Pitanga, Grande Otelo, Wilson Grey e de Ciro Monteiro, embora todos eles estejam dublados em espanhol.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e as cenas abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0058542/reviews-2

Dá-me um Beijo – Musical Delicioso, DVD da Warner Vergonhoso

10 de abril de 2012

Nota: 8

O diretor e ator Fred Graham e o compositor Cole Porter convidam a atriz Lilli Vanessi para fazer o papel de Katherine em uma versão musical de “A Megera Domada” de Cole Porter, onde Fred tem o papel principal de Petruchio. Fred e Lili estão divorciados e ele também convida sua amante, a promíscua Lois Lane, para o papel de Bianca.

Na noite de abertura, o namorado de Lois, Bill Calhoun, que faz o papel de Lucentio na peça, diz para Lois que ele perdeu uma grande quantia no jogo e que ele assinou a nota promissória usando o nome de Fred. Inesperadamente, dois bandidos vem para o camarim de Fred para cobrar a dívida para o chefe deles.

Neste meio tempo, Fred e Lilli tem o mesmo comportamento na vida real de Katherine e Petruchio no palco. No intervalo, Lilli informa que vai deixar a peça; contudo, Fred engana os criminosos para manter Lilli atuando.

Dá-me um Beijo” é um musical delicioso, com uma versão bastante espirituosa de “A Megera Domada”. A história de um casal divorciado que vive brigando e tem que atuar juntos nos papéis de Petruchio e Katherine da peça de William Shakespeare e que tem o mesmo comportamento na vida real de seus personagens é muito divertido.

Apesar da bela imagem, infelizmente o DVD lançado pela Warner é vegonhoso, sem legendas nos números musicais (somente foram legendados em japonês). Uma falta de respeito total da Warner do Brasil para com o consumidor brasileiro.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link e o trailer abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0045963/reviews-54