Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse – Despertando a Consciência em Tempos de Guerra


(***)

Na Argentina, Julio Madariaga é o patriarca de sua família e considera sua fazenda o paraíso na Terra. Uma de suas filhas, Luisa, casou-se com o imigrante francês Marcelo Desnoyers e eles tem um filho, o playboy Julio, e uma filha, a bela estudante de Sorbonne Chi Chi. Sua outra filha, Elena von Hartrott, casou-se com o alemão Karl von Hartrott e eles tem três filhos, Heinrich, Gustav e Franz.

Em 1938, Heinrich retorna da Alemanha para uma reunião de família e quando ele conta que ingressou na SS, o desgostoso Julio Madariaga tem um ataque cardíaco e morre. Quando a França é ocupada pelos alemães, a família se reune novamente em Paris e Franz é o administrador dos nazistas da França. O alienado Julio tem um estúdio onde ele pinta, e tem um caso amoroso com Marguerite Laurier, a esposa do proprietário de um jornal Etienne Laurier que está lutando na Bélgica.

Neste meio tempo, Chi Chi entra para a resistência francesa e é presa. Julio usa a influência de seu tio Franz para liberá-la. Entretanto, Chi Chi discute com Julio por sua posição neutra. Quando Chi Chi é torturada até a morte pela Gestapo, Julio entra para a resistência, e usa o seu relacionamento com os alemães para obter informações privilegiadas.

Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse” é um romance épico com a história do despertar da consciência de um playboy em tempos de guerra. A fotografia, direção de arte e vestuários são maravilhosos, mas infelizmente o roteiro é superficial e a escolha do ator principal não é nada feliz. Glenn Ford nunca convence como um franco-argentino, é muito velho (46 anos) para ser um playboy e filho de Charles Boyer (63 anos), e o pior, nunca é clara a sua motivação para se juntar à resistência francesa e arriscar sua vida.

A preocupação de Marguerite por seu marido chega a ser engraçada para uma mulher que o está traindo. Mais ainda, é ridículo ouvir os atores e atrizes falando em inglês e forçando sotaques em francês, alemão e espanhol. Eu nunca tive a chance de ver o filme original de 1921 para poder comparar com este remake de Vincente Minnelli. Na Amazon só tem este filme a venda em VHS e o menor preço é 500 dólares.

O vergonhoso DVD lançado no Brasil pelo distribuidor DVD Talent tem problemas de replicação e a imagem treme de vez em quando. O filme é editado mas o pior é que não dá para ver o final, que está com defeito. Eu tentei ver em seis aparelhos de DVD e dois computadores, sem sucesso. A saída foi procurar o filme na Internet para ver a conclusão da história. Por sinal, a versão abaixo é a completa e a qualidade de imagem está superior a do DVD da DVD Talent.

Para maiores detalhes deste filme, ver o link abaixo:

http://www.imdb.com/title/tt0054890/usercomments-16

Para quem não tem problemas com legenda, segue o filme onde eu consegui assistir o final:

Explore posts in the same categories: DVD, Filmes

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 115 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: